Total de sólidos dissolvidos na piscina

Como o próprio nome diz: “Total de sólidos dissolvidos na piscina” são todos os compostos químicos sólidos presentes na água de forma diluída.


Na realidade, são moléculas de produtos químicos dissolvidas na água da piscina.


Podem ser de natureza orgânica e inorgânica, sendo os orgânicos os mais problemáticos.


Embora muitas legislações sejam omissas em relação ao total de sólidos dissolvidos, a ANSI (American National Standard Institute) especifica um máximo de 3.000 ppm, considerando satisfatório o intervalo entre 1.000 ppm a 2.000 ppm.


Não são considerados como sólidos dissolvidos, o cloreto de sódio utilizado em geradores de cloro.

Total de sólidos dissolvidos na piscina

Total de sólidos dissolvidos na piscina – técnica de evaporação


Uma das maneiras técnicas de se realizar a medição é por evaporação.


Consiste em colocar a água que se quer testar num recipiente e medir seu peso inicial.


Evapora-se toda a água e, novamente, pesa-se o recipiente com o material que restou.


Pela diferença entre as duas pesagens, obtém-se, através de simples cálculos, o valor total de sólidos dissolvidos.


Total de sólidos dissolvidos na piscina – aparelhos eletrônicos


Outra maneira menos precisa, porém mais rápida, é por meio de aparelhos eletrônicos.


Na realidade, eles medem a condutividade da água e já fornecem o resultado do TDS em ppm.


Esses aparelhos devem ser calibrados periodicamente com soluções padrão.


Tal método não mede produtos químicos neutros.


Total de sólidos dissolvidos na piscina (TDS) e Índice de Langelier


O total de sólidos dissolvidos interfere no índice de Langelier da seguinte maneira:

  • TDS inferior a 1.000 ppm, usa-se na fórmula do índice o valor de 12,1 ;

  • TDS entre 1.000 ppm a 2.000 ppm, usa-se na fórmula do índice o valor de 12,2 ;

  • TDS entre 2.000 ppm a 3.000 ppm, usa-se na fórmula do índice o valor de 12,3 .

Total de sólidos dissolvidos na piscina

Nota: Para efeito do cálculo do índice de Langelier, deve-se levar em consideração o cloreto de sódio dissolvido na água.


A introdução de produtos químicos provoca um aumento no total de sólidos dissolvidos, através de seus componentes inertes e pelas reações químicas dentro da água.


Os banhistas, por meio de inúmeras impurezas que trazem, e a constante evaporação, são também responsáveis pelo aumento de sólidos dissolvidos.


A diminuição do total de sólidos dissolvidos é realizada de duas maneiras:

  • pela oxidação desses sólidos, por meio de oxidantes como o cloro, o bromo, a água oxigenada e o monopersulfato de potássio; os quais mineralizam esses sólidos dissolvidos transformando-os em gases como nitrogênio, oxigênio e gás carbônico, que são liberados da água.

  • pela diminuição dos produtos não mineralizados - consiste em uma parcial drenagem e introdução de água nova.


Um alto teor de sólidos dissolvidos é altamente indesejável porque:

  • Aumenta a corrosão dos equipamentos.

  • Diminui o poder germicida dos desinfetantes.

  • Constitui alimento para micro-organismos.

  • Diminui o brilho da água ou provoca turbidez.

  • Produz água salobra.

  • Deixa água transparente, porém colorida.

  • Ocorre o desenvolvimento de algas, mesmo em níveis corretos de desinfetante.

  • Provoca a irritação na pele e nos olhos.

  • Induz a medições falsas de produtos químicos.

Nilson Maiera

Nilson Maierá

Engenheiro químico, consultor especialista, há mais de três décadas, em projetos, qualidade, manutenção e segurança de piscinas.

Autor do livro “Piscinas Litro a Litro”.

Palestrante sobre diversos assuntos relacionados a piscinas de grande porte, utilizadas por público variado.

Contato

Para palestras ou consultorias com Nilson Maierá envie e-mail para nmaiera@terra.com.br ou contate pelos telefones (011) 98965-6197 / (011) 5081-2768

#parquesaquáticos #academias #clubes #hoteis #tratamento #piscinas

Posts em Destaque
Posts Recentes