Como criar Regras para Parques Aquáticos

Gostaria de saber Como criar Regras para Parques Aquáticos ou ainda Como criar Regras para piscinas em Hotéis, Clubes, Condomínios e Academias?


O engenheiro químico Nilson Maierá, consultor especialista, há mais de três décadas, em projetos, qualidade, manutenção e segurança de piscinas.


Autor do livro “Piscinas Litro a Litro”.


Palestrante sobre diversos assuntos relacionados a piscinas de grande porte, utilizadas por público variado.


Sugere um conjunto de regras fundamentais para o uso adequado, seguro e saudável de piscinas em parques aquáticos, clubes, hotéis, condomínios, academias, entre outros.


Caso haja necessidade de desenvolvimento de outras normas de utilização, Nilson Maierá realiza palestras e consultorias. Email de contato nmaiera@terra.com.br ou pelos telefones (011) 98965-6197 / (011) 5081-2768

Como criar Regras para Parques Aquáticos

Estas regras são apenas uma sugestão, cabendo ao clube, academia, condomínio, hotel, etc, adaptá-las às suas necessidades.


O acesso à piscina é exclusivo do cliente do parque aquático, associado do clube, dos usuários de uma academia, do condômino e seus convidados ou ainda usuários de um hotel.


O exame médico para frequentar a piscina é exigência legal do Código Sanitário Estadual do Estado de São Paulo.


O ingresso no parque aquático deve ser feito, obrigatoriamente, por meio dos tanques lava-pés e pela apresentação do comprovante do exame médico.

No recinto do parque aquático é vedado:

  • Pessoas com doenças transmissíveis;

  • Ingresso com ferimentos, curativos, gesso ou qualquer tipo de atadura;

  • Pessoas com feridas abertas ou band-aids;

  • Assuar o nariz na área da piscina;

  • Ingresso com qualquer objeto ou brinquedo que ofereça perigo ou perturbe os frequentadores, exceto boias de braço infantil ou coletes de salva-vidas;

  • O ingresso com colchões de ar, boias, bolas, botes de qualquer tipo, pranchas e similares;

  • Ingresso com roupas, sapatos ou trajes de banho inadequados;

  • Entrar na área da piscina com calçados, como sapato ou tênis;

  • Promover algazarras, correrias ou brincadeiras que perturbem a tranquilidade e segurança dos usuários;

  • Gritar ou falar em voz alta;

  • Fazer barulho desnecessário;

  • A entrada de qualquer animal;

  • A entrada de comestíveis ou bebidas no recinto da piscina ou de suas proximidades;

  • A entrada de objetos de vidro como copos, garrafas, pratos ou similares;

  • Mascar chicletes;

  • Fumar no recinto da piscina;

  • Atirar objetos, como cigarros, papeis e invólucros, em prejuízo da limpeza e higiene ou comodidade geral;

  • Usar bronzeadores ou similares;

  • O uso de alfinetes ou grampos;

  • Reservar cadeiras, impedindo sua livre utilização;

  • Após o uso da piscina, chinelos e toalhas devem ser utilizados quando da volta para o vestiário;

  • Trocar fraldas ou roupas de criança de qualquer idade;

  • Entrar no recinto da piscina sob o efeito de álcool ou drogas;

  • Entrar no interior da piscina que não seja pela escada;

  • O mergulho em áreas não permitidas;

  • Adentrar com celular, máquina fotográfica e eletrônicos em geral.


No recinto do parque aquático é obrigatório:

  • O uso de touca no interior da piscina, independente do sexo;

  • Ao adentrar o recinto do parque aquático passar pelo lava-pés;

  • O uso do chuveiro antes de entrar na piscina.


Observações:

  • A gerência reserva-se o direito de vedar a entrada de qualquer pessoa no recinto da piscina.

  • O uso de fraldas no interior da piscina é optativo.


DIRETORIA ADMINISTRATIVA

Como criar Regras para Parques Aquáticos

Para palestras ou consultorias com Nilson Maierá envie e-mail para nmaiera@terra.com.br ou contate pelos telefones (011) 98965-6197 / (011) 5081-2768

#piscinas #parquesaquáticos #hoteis #academias #clubes

Posts em Destaque
Posts Recentes
Arquivos
Pesquisar por Tags
Nenhum tag.

         Nilson Maierá          

Tel:  (11) 98965-6197